sábado, setembro 16, 2006

Sábado

Quem fica em casa em dia de sábado?
Quem tá jogado pras cobras? Quem jura que não está?

Vai entender... Isso tudo é estranho. Sábado pra mim não é mais dia de sair. Se divertir, não mesmo. Não sei em que categoria me encaixo, se estou mesmo jogado, ou se acredito que não. Televisão, internet, livros, amigos, cadê isso no sábado?
Odeio fazer drama, mas sou o solitário daquele poeminha ultra sem graça de ginásio: "Solidão é estar entre mil e sentir a falta de um só".
Tenho amigos, não sou recluso, só não sei porque isso não me basta...
Deve ser falta de, como eu digo, um peito pra encostar o rosto, alguém pra poder sentar na calçada pra falar besteira, alguém pra comentar o filme depois dos créditos, uma orelha pra falar besteira, um olho pra poder mergulhar...

Foi mal a melancolia, é que eu assisti a "Love Story" na sexta, e ainda tô ouvindo a melodia tocando ao fundo...

Um comentário:

Maísa disse...

Aiai...me identifiquei com o que vc disse,sabia?
Faz falta de ALGUÉM pra dividir certos momentos.
Seu blog ta 10!!
Beijo lindo!
;**